Autor: em 13/12/2017
Tags:
Categorias: Brasil

Justiça NÃO CONDENOU autor da hashtag #CaetanoPedófilo, foi concedida apenas uma liminar em favor de Caetano

Nível de Confiança da Informação: Altíssima.
Clique no link “Ir Para Fonte Original…” para ser direcionado para a matéria.

GARANTIA POLITZ: INFORMAÇÃO CAPTADA E DEVIDAMENTE VERIFICADA PELO ALGORITMO EXCLUSIVO DO POLITZ.


O POLITZ com o melhor fact-checking da internet vem esclarecer de vez esse assunto.

Flavio Morgenstern, o suposto autor da hashtag #CaetanoPedofilo não foi condenado, como erroneamente (e novamente) foi noticiado pela coluna Radar do O Globo, de Lauro Jardim.

A juíza Flavia Alves, da 14ª Vara Cível do Rio de Janeiro, apenas concedeu uma tutela antecipada na ação movida por Caetano contra Flavio Morgenstern. Um fantástico autor, escritor e pensador da direita mundial, que está sofrendo claramente uma perseguição pela esquerda, que se encolhe nas profundezas do esgoto mundial.

Gostaríamos de saber por parte da juíza Flavia, como devemos chamar alguém que manteve relações sexuais com uma criança de 13 anos, aparentemente isso não ficou muito claro em sua decisão interlocutória. Lembramos que pelo Código Penal vigente na época, continua sendo crime de estupro de vulnerável. O correto então seria usar a hash “#EstupradorDeVulnerável”?

Na visão popular, estuprador de vulnerável e pedófilo é a mesma coisa e é isso que importa. Boa sorte para os advogados de Caetano e para a juíza tentar enfiar isso na cabeça do popular.

Um trecho importante da reportagem da Gazeta do Povo:

Pedofilia: Trata-se de um transtorno de preferência sexual – ou seja, uma doença – que deve ser diagnosticado por um médico. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), pedófilos são adultos, tanto homens quanto mulheres, que têm preferência sexual por crianças que ainda não atingiram a puberdade ou que estão no início dela. O que se pune no Brasil é a relação sexual – justamente o estupro de vulnerável –, e a aquisição ou exploração de material pornográfico que envolva crianças, bem como sua exploração sexual. Esses delitos são regulados pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

De qualquer forma, o POLITZ acha mais difícil ainda que advogados tenham conhecimento técnico possível para estabelecer quem “criou e disseminou” a #hashtag #CaetanoPedofilo, já que a pesquisa no Twitter oferece milhões de resultados.

Boa sorte também para quem for procurar quem foi que soltou o primeiro tweet.

Vejam vocês mesmos: