Autor: em 23/02/2018
Tags:
Categorias: Brasil

PERIGO DE DITADURA: Lindbergh Farias faz discurso radical em nível de ditador comunista-bolivariano e declara que se a esquerda tomar o poder, chamarão Constituinte

Confiança da Informação: Alta (replicação de discurso proferido com gravação).
Clique no link “Ir Para Fonte Original…” para ser direcionado para a matéria.

GARANTIA POLITZ: INFORMAÇÃO CAPTADA E DEVIDAMENTE VERIFICADA PELO ALGORITMO EXCLUSIVO DO POLITZ.


O Senador Lindbergh Farias, conhecido comunista do Partido dos Trabalhadores fez um perigosíssimo discurso ontem para seus militantes, em nível de ditador comunista da Venezuela.

Hoje o POLITZ até chegou a publicar um vídeo que mostrava parte desse perigoso discurso. Confira o tweet:

Pois bem, para piorar a situação de sua imagem já abalada por conta de delírios ditatoriais, o Senador declarou que se a esquerda retomar o poder, eles chamarão a Constituinte.

Será a mesma Constituinte que a Venezuela, Cuba, Coreia do Norte, União Soviética  Vietnã ou outros países do tipo tiveram Constituintes semelhantes ou seria uma Constituinte como a americana, inglesa, da Europa em geral? É só você se perguntar onde gostaria de morar atualmente.

O negócio é que o discurso de ditador dos membros do Partido dos Trabalhadores não engana mais ninguém. O sonho deles sempre foi transformar o Brasil em uma Cuba, uma Venezuela ou até coisa pior.

Fiquem espertos. Vamos republicar a parte de seu discurso:

Nós não podemos ter mais ilusões. Nós não vivemos mais numa democracia no Brasil. (…) A gente ainda vai entender o real papel dos Estados Unidos nesse golpe (…) O Brasil foi mais espionado que a Rússia, China… Os EUA participaram da conspiração contra Getúlio (…) Eu tenho certeza que eles estavam por trás de tudo isso. Será que alguém acha que é pelo caminho institucional que nós vamos derrotar o golpe? Muita gente discordou da fala dura da senadora Gleisi, da minha fala. (…) Esse sistema judicial faz parte do golpe. Conspira pelas elites. (…) Chega pessoal! Só há um caminho para derrotar o golpe: apostar nas ruas, no enfrentamento social, na ‘rebelia’, na desobediência civil. (…) Para prender o Lula tem que prender nós todos que estamos nesse ato! (…) Nós vamos registrar o Lula no dia 15 de agosto, e ele vai ser candidato! A esquerda tá renascendo. E nós vamos fazer mais do que o Lula fez. (…) Vamos redemocratizar os meios de comunicação. A gente vai tributar as grandes fortunas. A gente vai chamar uma constituinte. Agora é hora de Luta! Não é hora de uma esquerda frouxa!