Autor: em 21/01/2018
Tags:
Categorias: Colunas Pedro Politz

Saudações POLITZ!

Aqui é o Pedro Politz, o Editor deste humilde site.

Se vocês acompanham o nosso trabalho, sabem que os corruptos Joesley e Wesley da JBS (controlada pela holding J&F Investimentos) fizeram uma delação premiada. Porém, descobrimos que eles roubaram dinheiro público, compraram leis, compraram políticos, ministros, instituições, enfim… Uma lista gigante e que em um país sério, deveria ter pena de morte.

O pior de tudo é que os dois tiveram a cara de pau de fazer uma carta aberta aos brasileiros, pedindo desculpas pelos erros. Ora, é fácil ter consciência quando se rouba um país inteiro, enquanto o povo fica na miséria. Os dois construíram um império trilionário nas costas dos brasileiros.

E para completar a maldade que faz até o diabo ter inveja, momentos antes das delações serem divulgadas, fizeram uma operação milionária com dólares para LUCRAREM em cima da própria corrupção. PUTA QUE O PARIU, né? São os típicos brasileiros corruptos.

Irmãos JBS eu não os desculpo. E ainda trago para vocês uma lista de todas as empresas/marcas que vocês estão na cadeia de comando.

Torço para que todos os brasileiros de bem compartilhem essa lista e boicotem os produtos dessas marcas. Eles merecem. Que quebrem pela simples vingança do povo brasileiro.


JBS: Segundo a descrição do próprio site, a JBS “é a líder mundial em processamento de carnes bovina, ovina e de aves, além de ter uma forte participação na produção de carne suína. Com mais de 200 mil colaboradores ao redor do mundo, a companhia possui 340 unidades de produção e atua nas áreas de alimentos, couro, biodiesel, colágeno, embalagens metálicas e produtos de limpeza. Presente em 100% dos mercados consumidores, a JBS é a maior exportadora de proteína animal, vendendo para mais de 150 países.”


Swift: Foi adquirida pela JBS em 2007. Trabalha com processamento de proteínas.


Friboi: Também é uma empresa de processamento de proteínas. Ou melhor dizendo, um frigorífico. Esteve recentemente envolvida no escândalo das carnes podres. Na minha humilde opinião, carne Friboi tem um gosto estranho. Não gosto e não compro. Também merece boicote, junto com seu garoto propaganda, Tony Ramos.


Seara: Outra produtora de alimentos. Conhecida por seus frangos congelados e outras comidas industrializadas congeladas de micro-ondas, recheadas de puro sódio para o seu coração.


Massa Leve: Alimentos. E provavelmente massas. Nunca vi aqui no supermercado e se eu ver, não pretendo comprar também. BOICOTEM!


Doriana: Quem não lembra das propagandas da Doriana onde mostram aquelas famílias felizes no café da manhã? Pois é. Só na propaganda da Doriana mesmo. Só na propaganda mesmo pra uma família acordar feliz daquele jeito. Eu por exemplo, acordo num mau humor fodido, sabendo que tem gente roubando esse país diariamente. Não coma margarinas. Elas se diferenciam do plástico por apenas algumas moléculas. Não é saudável e tem gosto de isopor industrial.


Vigor: É aquela marca de iogurtes metidos a besta. Também é controlada pelo grupo de investimento J&F. Tá no meio do bolo, faz parte. Tem que boicotar.


Itambé: Marca de laticínios. Leite de caixinha, já ouviu falar? Pior que fico até triste quando fiz a pesquisa, porque é um dos leites que eu compro quando não tem alguma marca regional conhecida por aqui. Que pena. Teremos que boicotar.


Minuano: Empresa de produtos de limpeza. Faz parte da Flora SA, que é uma das empresas da holding J&F Investimentos. Na área de limpeza, também temos a Mat Inset, No Inset, Fluss, Brisa, Assim, Lavarte e Boa Noite.


Banco Original: Serviços bancários. Chega de dar dinheiro para esse povo, né?


Canal Rural: Aquele canal de TV que faz leilões de cavalos, bois e vaquinhas. Nunca assisti. Não sou fazendeiro, infelizmente. Também tem a Rádio Rural.


Eldorado BrasilTecnologia em celulose. Deve fazer papel né gente.


Âmbar Energia: Produz energia, dã. Essa vai ser difícil vocês boicotarem, só instalando um gerador de energia solar ou eólica.


Outras marcas Ligadas ao Grupo

Alimentos: Maturatta (Friboi), Angus (Friboi), Anglo, Big Frango, Bordon, Confiança,. Delicata, Do Chef (Friboi), Frangosul, Hans, Le Bon, Reserva (Friboi), Rezende, 1855, 5 Star, Cabaña, Canelones, Goldh Plump, Great Southern, Bare Chicken, La Herencia, Moy Park, Pilgrims, Primo, Rigamonti, Black.

Vestuário: Alpargatas, Dupé, Osklen, Mizuno, Sete Léguas, Megga Outlet.


Em razão da matéria, fomos contatados pela empresa Media Link que nos enviou um esclarecimento. Dando o devido direito de resposta às empresas, publicaremos a íntegra.

Segue:

Em razão da matéria publicada, a BR Sports – holding de marcas esportivas pertencente ao Grupo Sforza – esclarece que é detentora de 100% das marcas Topper Brasil e Rainha, tendo as adquirido da Alpargatas, até então uma empresa do Grupo Camargo Corrêa, em novembro de 2015.

Obrigada pela compreensão.

Media Link


Estamos esquecendo de mais alguma? Se você lembrar, nos informe pelos comentários que adicionaremos na lista. Não esqueça de compartilhar com todo mundo essa postagem!

  • Amanda Aparecida

    Boicote já

  • Cida Camilo

    Em nome da minha brasilidade, eu não consumo mais nenhum produto da marca JBS.

  • Joel Rodrigues

    Hoje de meio dia eu fiz uma pesquisa no google, que graças à deus não é da J&F, justamente para saber quais eram as marcas desse conglomerado multibilionário que está ajudando a afundar ainda mais nosso já fudido país, para boicotar por completo todas as marcas. Muito tem se falado da corrupção toda desse caso, mas aqui os culpados são apenas o corrompidos, os corruptores tiveram perdão total de seus crimes, um verdadeiro escândalo, será que mais alguém compartilha dessa opinião?

  • Fofuxo

    Não me surpreenderia se descobrisse que esses dois patetas sejam laranjas do 9 dedos…

    • Carlos

      Acho mais provável o nove dedos ser sócio deles, ou o terceiro pateta.

  • FranciscoBruno Neto

    PicPay é um aplicativo disponível para download em celulares Android e iPhone (iOS) que funciona como uma carteira digital. O programa permite fazer compras pelo smartphone com cartão de crédito ou valor de transferência. O usuário pode fazer o parcelamento em determinadas lojas e serviços, além de ser possível dividir a conta do bar, ou até rachar o presente de aniversário de um amigo.

  • Carlos

    Se tem o dedo da JBS, tem fraude e eu simplesmente ou por medida de segurança de minha família, deixo de adquirir qualquer dos produtos dessas marcas.