Saudações Visitante!  / Criar uma Conta!
Guest Join UsSaudações Visitante!
Bem vindo! Junte-se ao #FórumPolitz! Nossa comunidade é para discutir política, democracia, cidadania, ideologias, leis, direitos, religião e muito mais!
É o primeiro e único Fórum temático do Brasil!
Ambiente totalmente livre!
Exerça plenamente sua liberdade de expressão!
Não existe censura aqui!
Exclusivo sistema de curtidas e de reputações!
Livre-se das redes sociais tradicionais, o nosso foco é o conteúdo!
É tudo de graça!
Está eperando o que? Aproveite! ou Criar uma Conta!


Seja muito bem vindo Visitante! Aproveite para se registrar e participe de todas as discussões do Fórum! É DE GRAÇA!
Se você já é registrado, por favor, faça o login e aproveite o nosso Fórum!

O POLITZ TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS! SIGA-NOS:
| Twitter: @SejaPolitz | Instagram: @SejaPolitz |

O #FórumPolitz foi atualizado para a última versão. Caso encontrem bugs, por favor, avisem na seção de Feedback ou use a ferramenta: CONTATE-NOS
Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Efeito PT: arrecadação do “Criança Esperança” despenca com atores petralhas
#1
resim

Efeito PT: arrecadação do “Criança Esperança” despenca com atores petralhas

O brasileiro parece ter acordado e não aceita mais a defesa do petismo. Nas redes, inúmeros boicotes e hostilização à artistas petistas dominam as manifestações.

Neste cenário, não escapa da ira popular o tradicional projeto da rede #Globo “Criança Esperança” que em parceria com a #UNICEF procura arrecadar recursos para projetos de assistência social a crianças.

Além da terrível crise econômica por que passa o país, inviabilizando a “mão aberta” de pessoas que se dispõem a doar ao programa da emissora que mesmo faturando bilhões de reais usa o projeto para arrecadar doações ao invés dela mesmo dedicar valores, um outro fator tem feito com que a população apresente uma alta resistência a doar qualquer centavo este ano.

Ocorre que a emissora escalou atores vinculados ao petismo para apresentarem o carro chefe do programa e isso tem feito com que o povo que quer ver o PT pelas costas deixe de ajudar o programa.

Um outro aspecto também chamou a atenção no programa que foi ao ar neste sábado e reprisado no domingo: o apelo ao “coitadismo”, transformando estórias sociais em clichês já muito explorados como o racismo e a pobreza.

Tudo isto, faz crer que a edição deste ano será um retubante fracasso.

Após terminar a edição de 2015 com mais de R$ 22 milhões em doações, a #Globo já amarga em 2016. uma das piores edições do projeto. Até a tarde deste domingo (03), pouco mais de R$ 10 milhões de reais haviam sido arrecadados e o cenário parece que não se alterará.

kkkkkkkkkkkkkkk essa eu paguei pra ver sério kkpeoakopekaekkopeoeokepae
na minha casa a gente não liga na globo faz um tempão já, mal assistimos novela e ainda tenho q aguentar programas marxistas/gramcistas culturais fazendo lavagem cerebral
será que a glboo não percebe a meerda que eles se meteram??? o ibope deles só despenca, só prdem audiência, só fazendo programa que chega perto de lixo... ah para né globo acorda, corre atrás enquanto ainda da tempo!!!!!!!
Responder
#2
Amigo João_Cash (ainda não aprendi a marcar por aqui, mas segue o jogo), com todo respeito, discordo bastante de você.

Penso que a Globo continuará dominando a mídia mainstream por muito tempo ainda.
A cada ano que passa, mais pessoas tem acesso à internet, isso é verdade. No entanto, vejo que a visível ausência de politização, busca por conhecimento e educação fez com que o conteúdo acesso na internet seja tão palerma quanto o disponível na TV (ou mais). Por isso, a mídia tradicional continua servindo aos propósitos dessas pessoas. O que eu quero dizer com isso é que pessoas como eu e você que há tempos não ligam a televisão uma minoria absurda.

Segundo ponto: A Globo tem mais condições de propagar informações contra falseamentos do governo do que as outras emissoras. Isso porque existe um repasse maior de verba pública às emissores menores do que existe à Globo, pois havia (não se se ainda há) uma tentativa de igualar as comunicadoras. É claro que a Globo esconde muito coisa pro governo e também se rende a políticos e grandes marcas em função da receita $ que eles oferecem, mas não a nada que falar pq sei que você tem isso bem claro na cabeça: o mercado funciona assim. Mais uma vez, não estou comparando com a internet. Ela é obviamente mais livre. Entretanto, acredito que as outras emissoras sejam mais "vendidas" ao interesse governamental.

Por fim, trago a minha conclusão à essa possível diminuição de arrecadação do Criança Esperança. Ainda que eu pense ser difícil acreditar sempre nos números, pois as empresas privadas não devem (nem creio que deveriam) dar publicidade à suas contas e demais número em facilitação à transparência, tenho minhas próprias explicações que podem ou não se verificar. Vamos lá:
1) A notícia de crise aumenta a crise. A crise econômica do segundo governo Dilma existiu, obviamente, mas as notícias que se espalharam durante todo esse período, informando às pessoas que elas estavam sendo afetadas pela crise, faz com que as pessoas segurem seu dinheiro. Isso aumenta a crise. A maior parte das pessoas nem sabe o que é crise, mas mesmo assim deixam de gastar com qualquer coisa que não seja necessidade ou pequenos luxos para si mesmo. O que limita a ignorância extrema é a ausência de altruísmo irracional, claro: primeiro eu, depois o outro. Assim, por mais ignorante que sejam, as pessoas não irão doar o mesmo tanto em tempos de crise.
2) Os vários sites/blogs que querem passar essa imagem de globo fizeram essa comparação: O custo da Globo financiar o emagrecimento do Ronaldo (em direito de imagem) versus A não destinação de verba da própria Globo para o Criança Esperança. Se isso não foi suficiente, usou-se dos memes de facebook e de whatsapp pra isso. Não digo projeto Medida Certa somente com o Ronaldo, mas a necessidade da Globo de ter sob seu domínio os maiores cachês, as grandes celebridades e, portanto, destinar seu dinheiro a grandes eventos de maneira geral. Mas não para o projeto das crianças.

Veja que eu não combati exatamente seu argumento do porquê o Criança Esperança arrecadou menos, mas acredito sim que a Globo não está e nem entrará em decadência. Isso não quer dizer que eu compactue com a forma como ela vende os espaços na TV e na forma como ela manipula a informação (manipular não quer dizer somente adulterar, mas também a forma como eles trabalham com a notícia). 
Estamos longe de ter acesso à informação plena, mas é bom saber que temos lugar pra discutir esse assunto.

Forte abraço.

EDIT1: Faltou dizer sobre a presença de atores petistas. A maior parte do pessoal que assiste Globo não associa os atores ao PT. O marketing feito por esse pessoal liga sempre o imagem dos artistas à injustiça contra a cultura e situação de "coitadinhos", nunca à defesa do governo e suas ações ou ideologia política abertamente. Eu mesmo nem sei quais atores, cantores etc simpatizam com a causa PTista e nem quais são liberais ou direitistas.
Responder
#3
(23-01-2017, 05:29 PM)Félix de Melo Escreveu: Amigo João_Cash (ainda não aprendi a marcar por aqui, mas segue o jogo), com todo respeito, discordo bastante de você.

Penso que a Globo continuará dominando a mídia mainstream por muito tempo ainda.
A cada ano que passa, mais pessoas tem acesso à internet, isso é verdade. No entanto, vejo que a visível ausência de politização, busca por conhecimento e educação fez com que o conteúdo acesso na internet seja tão palerma quanto o disponível na TV (ou mais). Por isso, a mídia tradicional continua servindo aos propósitos dessas pessoas. O que eu quero dizer com isso é que pessoas como eu e você que há tempos não ligam a televisão uma minoria absurda.

Segundo ponto: A Globo tem mais condições de propagar informações contra falseamentos do governo do que as outras emissoras. Isso porque existe um repasse maior de verba pública às emissores menores do que existe à Globo, pois havia (não se se ainda há) uma tentativa de igualar as comunicadoras. É claro que a Globo esconde muito coisa pro governo e também se rende a políticos e grandes marcas em função da receita $ que eles oferecem, mas não a nada que falar pq sei que você tem isso bem claro na cabeça: o mercado funciona assim. Mais uma vez, não estou comparando com a internet. Ela é obviamente mais livre. Entretanto, acredito que as outras emissoras sejam mais "vendidas" ao interesse governamental.

Por fim, trago a minha conclusão à essa possível diminuição de arrecadação do Criança Esperança. Ainda que eu pense ser difícil acreditar sempre nos números, pois as empresas privadas não devem (nem creio que deveriam) dar publicidade à suas contas e demais número em facilitação à transparência, tenho minhas próprias explicações que podem ou não se verificar. Vamos lá:
1) A notícia de crise aumenta a crise. A crise econômica do segundo governo Dilma existiu, obviamente, mas as notícias que se espalharam durante todo esse período, informando às pessoas que elas estavam sendo afetadas pela crise, faz com que as pessoas segurem seu dinheiro. Isso aumenta a crise. A maior parte das pessoas nem sabe o que é crise, mas mesmo assim deixam de gastar com qualquer coisa que não seja necessidade ou pequenos luxos para si mesmo. O que limita a ignorância extrema é a ausência de altruísmo irracional, claro: primeiro eu, depois o outro. Assim, por mais ignorante que sejam, as pessoas não irão doar o mesmo tanto em tempos de crise.
2) Os vários sites/blogs que querem passar essa imagem de globo fizeram essa comparação: O custo da Globo financiar o emagrecimento do Ronaldo (em direito de imagem) versus A não destinação de verba da própria Globo para o Criança Esperança. Se isso não foi suficiente, usou-se dos memes de facebook e de whatsapp pra isso. Não digo projeto Medida Certa somente com o Ronaldo, mas a necessidade da Globo de ter sob seu domínio os maiores cachês, as grandes celebridades e, portanto, destinar seu dinheiro a grandes eventos de maneira geral. Mas não para o projeto das crianças.

Veja que eu não combati exatamente seu argumento do porquê o Criança Esperança arrecadou menos, mas acredito sim que a Globo não está e nem entrará em decadência. Isso não quer dizer que eu compactue com a forma como ela vende os espaços na TV e na forma como ela manipula a informação (manipular não quer dizer somente adulterar, mas também a forma como eles trabalham com a notícia). 
Estamos longe de ter acesso à informação plena, mas é bom saber que temos lugar pra discutir esse assunto.

Forte abraço.

EDIT1: Faltou dizer sobre a presença de atores petistas. A maior parte do pessoal que assiste Globo não associa os atores ao PT. O marketing feito por esse pessoal liga sempre o imagem dos artistas à injustiça contra a cultura e situação de "coitadinhos", nunca à defesa do governo e suas ações ou ideologia política abertamente. Eu mesmo nem sei quais atores, cantores etc simpatizam com a causa PTista e nem quais são liberais ou direitistas.

Eu também demorei para pegar o jeito em algumas coisas aqui no Fórum mas para marcar alguém basta colocar um "@" na frente, rsrsrs. Já sou um senhor aposentado, tento fazer ao máximo para me manter ligado nas novas tecnologias que são proporcionadas para nós. Isso daqui foi um achado e tenho aprendido a me virar aqui dentro também.

De qualquer forma, tenho que concordar com você, caro Félix. A geração que assiste programas televisivos está cada vez menor. Meus netos quase não assistem TV, com exceção daquele tablete com Netflix que ficam o dia inteiro mexendo naquela porcaria.

Também devo concordar que as emissoras sim tem seus posicionamentos ideológicos, sendo mais ou menos alinhados ao governo. E por serem empresas privadas, não possuem nenhuma obrigação de divulgar dados financeiros, inclusive do Criança Esperança.

Achei essa notícia tendenciosa também. Não vale a pena se basear nela. A crise que estamos enfrentando (apesar de alguns sinais positivos na economia nos últimos meses) é óbvio que a arrecadação de um programa de auditório (mesmo que seja para caridade) vai cair.

E não torço para a Rede Globo cair, falir ou afundar. Torço para que ela corrija seus erros porque essas empresas como muitas outras estão perdendo um espaço considerável para a própria internet e suas mídias alternativas. E esse espaço tende a continuar crescendo. As pessoas estão buscando suas próprias fontes de informação agora e não ficam apenas fechadas em um canal como era antigamente. E concorrência, concorrência é sempre bom. Domínio de mercado por empresas não é a melhor coisa para o consumidor em qualquer setor possível.
Responder


Pular para Fórum:



Sobre o Politz

O Politz é a primeira startup do país que visa a construção de um futuro melhor para o Brasil. Queremos acompanhar todas as ações políticas, debater ideias, projetos, leis, nossos direitos e interesses além de incentivar o civismo. Através do Fórum, queremos nos aproximar do pleno exercício da democracia. Seja um cidadão, seja POLITZ!

Para contatar a Equipe Politz, use o formulário de Contato.

              Links do Usuário