Autor: em 11/10/2017
Tags:
Categorias: Internacional

Padre Italiano causa polêmica: falou “isso que dá ficar bêbada e andar com refugiados/imigrantes” para uma menina que foi estuprada

Nível de Confiança da Informação: Alta.
Clique no link “Ir Para Fonte Original…” para ser direcionado para a matéria.

GARANTIA POLITZ: INFORMAÇÃO CAPTADA E DEVIDAMENTE VERIFICADA PELO ALGORITMO EXCLUSIVO DO POLITZ.


Um padre italiano causou uma revolta nesta terça-feira ao fazer uma postagem no Faebook.

Ele disse para uma menina que alegou ter sido estuprada por imigrantes que “foi culpa dela, por ter ficado bêbada e andado por aí com imigrantes”.

– Me desculpe, mas se você nadar em uma piscina cheia de piranhas você não pode reclamar se levar uma mordida”.

O padre Lorenzo Guidotti atende ao serviço divino em Bolonha, de acordo com mídias italianas.

Segundo a reportagem, a menina (menor de idade) foi estuprada por um norte africano e conheceu ela na cidade enquanto estava bêbada.

Ela disse que foi atacada por ele e acordou depois seminua e com sua bolsa roubada.

O padre continuou:

– Querida, me desculpe, mas… Você estava revoltantemente bêbada. E depois, o que você fez? Foi sair com um norte africano? Você entende que, junto com o álcool, você adotou completamente a ideologia de fronteiras abertas?. Querida, neste ponto, acordar seminua era o mínimo que poderia ter acontecido com você.

A Arquidiocese de Bolonha diz que se distanciou do padre e afirmou que a opinião dele “não reflete a da Igreja e que condena qualquer tipo de violência.

Posteriormente o Padre alegou que estava tentando fazer com que as pessoas pensem um pouco.

O padre estava errado?