Duas mulheres escandinavas são decapitadas por terroristas islâmicos do ISIS no Marrocos

Com tristeza, trazemos essa notícia, especialmente para que todos possam entender que existem pessoas que vivem e lutam para destruir a civilização ocidental. Nós temos o vídeo, mas não postaremos diretamente.

A notícia está percorrendo o mundo inteiro.

A dinamarquesa Louisa Jespersen, 24 anos e a norueguesa Maren Uelan, de 28, estavam fazendo um mochilão por Marrocos. Foram encontradas mortas perto da vila de Imlil.

As autoridades da Dinamarca já confirmaram que o vídeo que está sendo amplamente divulgado na internet é de uma das vítimas.

O grupo que matou as meninas é ligado ao ISIS, o grupo terrorista islâmico, segundo as autoridades dinamarquesas.

Vejam as fotos dos suspeitos:

As vítimas:

Um seguidor do POLITZ compartilhou uma imagem de um post de uma das vítimas na rede social:

Aparentemente se trata de uma postagem onde a vítima afirma que não podemos julgar ninguém pelas aparências e que todos devemos compartilhar esse vídeo.

Infelizmente as pessoas não entendem que existem outras pessoas que vivem e lutam constantemente para destruir a nossa civilização, especialmente quando existem culturas, raças e ordenamentos religiosos que se tornam impossíveis de conviver.

A redação do POLITZ ficou em dúvida se divulgamos o vídeo do crime ou não. Pedimos a opinião de nossos seguidores e chegamos a conclusão que essas barbaridades devem ser divulgadas, de forma nua e crua, exatamente para as pessoas entenderem o que essa gente é capaz.

Vocês podem assistir o vídeo, fazendo o download. Só assista se você tiver estômago forte. O conteúdo é extremamente sensível, doentio e mostra as maiores barbaridades humanas cometidas nos últimos tempos.


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Fonte Primária da Informação:

Mail Online


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!