ONU continua interferindo na soberania do país: Bachalet diz que é contrária à liberação de armas sem controle e que monitora do Brasil de perto

O organismo supranacional adora se envolver em assuntos internos dos países. E que diabos é que o “órgão monitora o Brasil de perto”?

A alta comissária das Nações Unidas para Direitos Humaos, Michelle Bachelet afirmou nessa quarta-feira que é contrária à “liberação de armas sem controle no Brasil”.

Quem disse que armas são liberadas no Brasil sem controle?

Ela também afirmou que “armas são muito perigosas nas mãos de pessoas que não sabem usá-las corretamente”.

A ex-presidente do Chile respondeu essas barbaridades ao ser questionado como o órgão que chefia dentro da ONU vê as propostas de Jair Bolsonaro.

“Até agora não vimos nada ainda, foi só um anúncio, veremos o que acontece depois”

Foi o que ela disse em Genebra e ainda acrescentou que o órgão “monitora o Brasil de perto, assim como todos demais países”.

O presidente eleito em nenhum momento falou que iria “liberar as armas sem controle”, como tenta passar a leitura da reportagem da FPI e as desinformações espalhadas por Bachelet. Bolsonaro fala em “flexibilização” e não “descontrole.

Para completar, ela ainda afirmou ser contra o envolvimento de militares em ações de combates à violência:

“Eu não concordo com isso, quero dizer, não acredito que essa seja a maneira como devemos fazer isso”

A ONU precisa entender que o Brasil está em guerra contra a criminalidade.


Fonte Primária da Informação:

Reuters


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!