Eduardo Bolsonaro quer remover “efetiva necessidade” do decreto de armas

O Deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) está incomodado (e com razão) com o termo “efetiva necessidade” do decreto de armas do seu pai e Presidente Jair Bolsonaro.

Ele quer facilitar mais o acesso as armas no país, retirando tanto do Estatuto do Desarmamento, como do Decreto de Posse de Armas a expressão da exigência de “efetiva necessidade” do cidadão para ter o direito de comprar uma arma.

Esse termo faz o cidadão provar, de fato, que necessita comprar uma arma para ter em casa.

Obviamente isso restringe o direito à legítima defesa do indivíduo.

Esse termo tem que ser retirado, junto com o Estatuto do Desarmamento, que tem que ser derrubado.


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!