IMDb tirou do ar a nota do filme Marighella, de Wagner Moura

ATUALIZAÇÃO: Conforme informado por nossos seguidores, ainda é possível registrar a sua nota, porém, elas não aparecem para o público.

A atitude continua horripilante da mesma maneira: desligar os votos em um sistema democrático porque os produtores não concordam com as notas dadas é como excluir a oposição de um país porque o governo não concorda com ela.

Nojento. Típica coisa de quem defende esse tipo de gente relatada no filme.

Um outro leitor nos informou que se trata de um algoritmo que faz isso automaticamente quando detecta padrões de comportamento:


Em uma atitude bizarra por parte do maior portal de filmes do mundo, o IMDb retirou do ar as notas e avaliações dos usuários do filme Marighella de Wagner Moura.

O print foi retirado diretamente do link que se encontra na Fonte Primária da Informação.

O IMDb é famoso por manter um ranking global dos melhores filmes e muita gente antes de assistir algo procura o filme no catálogo, exatamente para saber as opiniões dos internautas.

E sem mais nem menos, o portal retirou do ar as opiniões dos usuários sobre o filme. Ao clicar em “User Reviews” não é mostrado nenhum conteúdo:

Incrível. O que uma máquina ideológica de pós-verdade não é capaz de fazer para garantir a lacração.

E segundo uma fonte, Wagner Moura também pediu para que internautas não dessem notas falsas para o filme.

Pelo visto, se as notas não são boas é melhor tirar o sistema de votos do ar do que permitir que cometam o crime de dar uma nota para alguma coisa.

O filme conta com a bizarrice de terem transformado o terrorista comunista em um negro, coisa que não é, colocando Seu Jorge como o principal personagem.

Muito parecido, não acham?

É a história sendo reescrita pelo Ministério da Verdade na sua frente. Têm coisa mais bizarra que isso? Orwell novamente manda lembranças.

Como não somos retardados e para evitar acusações de montagens e outras, deixamos arquivado a página do IMDb logo abaixo. Vejam com os próprios olhos.


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Fonte(s) Secundária(s) da(s) Informação(ões):

Arquivo do IMDb

Bastidores


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!