Presidente do Senado arquiva o Lava-Toga, a CPI do Judiciário após 2 senadores retirarem suas assinaturas

Essa está na conta da senadora Kátia Abreu (PDT-TO) e do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).

A CPI do Judiciário, ou a “Lava-Toga”, que pretendia investigar o Poder Judiciário, acaba de ser arquivada pelo Presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

Infelizmente para ser criada uma CPI seria necessária a assinatura de 27 senadores (1/3 da Casa), o que já existia.

Porém, a Sen. Kátia Abreu e Tasso Jereissati retiraram suas assinaturas, derrubando para 25 signatários.

Eduardo Gomes (MDB-TO) também retirou sua assinatura, mas o ofício informando demorou para chegar à Secretaria Geral da Mesa e Alcolumbre já tinha publicado o arquivamento.

Não esqueçam: Katia Abreu, Tasso Jereissati e Eduardo Gomes.


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!