Governo Federal anuncia corte de mais de 20 mil cargos comissionados e cancelamento de vários benefícios

Como se trata de uma mídia de caráter público, reproduzimos na íntegra a notícia oficial da Casa Civil da Presidência da República:


O Governo Federal publicou nesta quarta-feira (13) o  Decreto nº 9.725/2019, que  estabelece o corte de 21 mil cargos, funções e gratificações do Executivo Federal. O Decreto corta imediatamente 6.587 cargos que estão vagos (31,4%). Além disso, 2.001 (9,5%) gratificações técnicas deixarão de ser ocupadas em 30 de abril e as outras 12.412 (59,1%) serão extintas ou proibidas de ocupação no dia 31 de julho. A ação está prevista na agenda de 100 dias do governo federal.

“Essa era uma de nossas bandeiras de campanha e será uma das marcas da gestão do presidente Bolsonaro: o enxugamento do Estado e a eficiência do governo”, destacou Onyx Lorenzoni, ministro chefe da Casa Civil.

A medida é resultado de um estudo do Ministério da Economia sobre cargos em comissão e funções de confiança do governo federal, definido em conjunto com os ministérios envolvidos. “Todos tiveram que participar. Estamos fazendo um redesenho das gratificações que a Administração Pública concede aos servidores, focando nas áreas-fim. Os cargos que são essenciais para a execução do trabalho que beneficia o cidadão foram mantidos”, destacou o secretário Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia (ME), Paulo Uebel.


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!