Após ser chamada de “racista e preconceituosa” por indígena filiada ao PSOL, Senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) responde: “Se a gente partir para um princípio de xingamento a gente não vai resolver, eu estou aqui para resolver, então, vou dar a minha outra face se a senhora quiser”

Soraya Thronicke à esquerda e a filiada do PSOL, Sonia Guajajara. Imagem: Divulgação. Créditos.

Publicado em 12/04/19.

O POLITZ obteve um vídeo que circula nas redes sociais, onde mostra a Senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) respondendo uma indígena que a acusou de defender visões “racistas e preconceituosas”.

Após uma audiência com representantes indígenas hoje no Senado Federal, a Senadora apareceu em um vídeo editado de forma maldosa, onde retiraram boa parte de suas falas. Obviamente que isso se tornou pauta de diversas redações da mídia tradicional no país.

Porém, nós apuramos e conseguimos também um outro vídeo onde é mostrada a fala completa da Senadora, onde ela defende o fim do vitimismo e que “não está lá para xingar e sim para resolver o problema”.

Nota-se claramente que os representantes estavam usando um tom bastante hostil contra ela. A indígena Sonia Guajajara por exemplo, filiada ao PSOL, afirma que “derramará até a última gota de sangue para defender os nossos territórios”.

A Senadora declarou:

“Se a gente partir para um princípio de xingamento a gente não vai resolver, eu estou aqui para resolver, então, vou dar a minha outra face se a senhora quiser.”

Ela também disse:

“O Presidente Bolsonaro foi votado por muitos indígenas […] eu fui votada por muitos indígenas, que viram a corrupção em todo o sistema da FUNAI […] Isso está ocorrendo [a corrupção] em todos os setores e lugares”

Em suas declarações (que podem ser vistas logo abaixo), Soraya questiona:

“Quando a gente vem de um antigo sistema, que eram brancos contra negros, o produtor rural contra o ambientalista, o produtor rural contra índio, chega disso. […] Muitos índios já me disseram que gostariam de ter condições de produzir, e não têm. Eles querem sim ser produtores, eles querem desenvolvimento, muitos querem e a gente tem que respeitar isso”.

Vejam o vídeo que obtemos:

A conclusão é com vocês.

Lembrando que no ano passado, a Sonia Guajajara foi vice do então candidato para a Presidência da República, Guilherme Boulos:

Tinha que ser do PSOL, né?


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!