DOCUMENTÁRIO SOBRE 1964, DO BRASIL PARALELO, ATINGE 1 MILHÃO DE VISUALIZAÇÕES EM MENOS DE 12 HORAS DO LANÇAMENTO

O nosso print mostrando a quantidade de visualizações e curtidas do documentário sobre 1964. A marca d’água do POLITZ foi colocada para evitar cópias.

Publicado em 03/04/19 e atualizado às 09:29 do mesmo dia. 

ATUALIZAÇÃO:

Checamos novamente como está a audiência do documentário pela manhã do dia 03/04/2019 e já atinge 1 milhão e duzentas mil visualizações, com mais de duzentas mil curtidas.


MATÉRIA ORIGINAL:

Novamente a nossa legenda óbvia com descrições óbvias, onde é mostrado um print do objeto da notícia em questão, mostrando mais de 600 mil visualizações (e uma setinha apontando) e 169 mil curtidas. Colocamos a nossa marca d’água para evitar cópias.

É indiscutivelmente um sucesso absoluto.

O documentário sobre a contrarrevolução de 1964, produzido pelo Brasil Paralelo já atinge mais de 600 mil visualizações em menos de 5 horas do seu lançamento. No momento do fechamento da edição dessa matéria, o vídeo já possuía pelo menos 169 mil curtidas, contra apenas 3 mil “não curtidas”.

A divulgação foi feita pelo próprio perfil do Twitter:

A produção foi recentemente censurada pela rede Cinemark de cinemas, sendo um grande tiro no pé. No dia 1 de abril eles publicaram o seguinte tweet, justificando a proibição da exibição:

Como toda censura, o Efeito Streisand é claramente notado nesse caso, de forma alguma retirando o mérito do Brasil Paralelo, que fez uma produção magnífica sobre o assunto.

Vocês podem assistir pelo link oficial, totalmente de graça:

É um sucesso absoluto e incontestável.

Agora queremos saber mais ou menos qual é a equivalência dessa audiência se comparadas a salas lotadas de cinema de uma certa rede? Deixem nos comentários a sua resposta.


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!