Google novamente é acusada de sabotar seus competidores

Publicado em 18/04/19.

O antigo Gerente Geral e Vice-Presidente do Grupo Firefox, Jonathan Nightingale, fez a denúncia.

Além das conhecidas práticas antigas de boicote do Firefox dentro de seus produtos como Google Docs, gMail e outros serviços, uma nova tática da gigante tecnológica surgiu nas redes no ano passado.

O Programador Chefe do Firefox, Chris Peterson, afirmou que o Google intencionalmente modificou o YouTube para ter a sua performance diminuída nos navegadores Firefox e Edge, atrasando o carregamento de vídeos.

O Google teria adicionado JavaScript no YouTube especialmente para ter problemas de incompatibilidade em outros navegadores.

Vejam o tweet divulgado:

É Google, tá ficando cada vez mais feio para vocês.


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!