Reino Unido: Pais muçulmanos mataram a própria filha de 17 anos com um saco plástico e jogam o corpo dela em um rio por ser “muito ocidentalizada”

A foto da vítima.

Publicado em 16/04/19.

No dia 14 de abril do corrente ano, a entidade Jihad Watch, que denuncia atos de violência cometidos por islâmicos noticiou que pais muçulmanos mataram a própria filha com um saco plástico, sufocando-a e depois, jogando o corpo da vítima em um rio. A reportagem primária também está elencada no link logo abaixo.

A justificativa dos pais? Que ela era muito “ocidentalizada”.

Segundo a reportagem, Shafilea Ahmed saiu do trabalho com uma nova camisa e quando chegou em casa, não esperava que algo assim poderia acontecer. Ela já era chamada de “prostituta” e de “puta” pelos seus próprios familiares, além de apanhar constantemente deles.

O assassinato aconteceu em 2003, no dia 11 de setembro, feito pelos próprios pais:

Iftikhar e Faranza Ahmed sentiam vergonha da própria filha.

A reportagem do The Sun conta todos os detalhes.

A notícia veio à tona novamente pelo fato de que um novo documentário sobre o caso será lançado em breve.


Outra(s) Fonte(s) da(s) Informação(ões):

The Sun


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!