Publicado em 10/04/19.

Mais uma bomba saindo do forno.

O Procurador Geral dos Estados Unidos, William Barr, afirmou hoje, sob juramento para o Senado, que agências de inteligência se “envolveram ativamente em espionagem” na campanha de 2016 de Donald Trump, possivelmente de forma ilegal.

As agências na época estavam sob o comando da administração do ex-presidente queridinho das galáxias, Barack Obama.

Vejam a declaração:

“Eu acho que ocorreu espionagem. Mas a questão é se foi adequadamente planejada e eu não estou estou afirmando que não foi. Eu não estou sugerindo que regras foram violadas, mas acho importante dar uma olhada. E eu não estou falando do FBI necessariamente, mas de outras agências de fora. Eu acho que espionar campanhas políticas é um grande problema. É um grande problema.”


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!