Centrão quer aumentar idade de aposentadoria dos Ministros do STF para evitar nomeação de Sergio Moro por Bolsonaro para o Supremo

Publicado em 13/05/19.

A semana já começou com o Centrão do Congresso indo contra os interesses do povo brasileiro.

A informação da FPI mostra que o Centrão está articulando para aumentar a idade de aposentadoria dos Ministros do STF, de forma à evitar a nomeação de Sérgio Moro para a Suprema, por Jair Bolsonaro.

Segundo a reportagem, integrantes do STF foram avisados que uma nova revisão da PEC da Bengala está sendo discutida por senadores e deputados.

A ideia é elevar a idade de aposentadoria obrigatória de Ministros de 75 anos para 80, incluindo na Reforma da Previdência e está sendo escrita por “caciques” do Congresso há algumas semanas já.

A medida primeiramente estenderia a permanência dos Ministros Celso de Mello e Marco Aurélio na Corte, onde ambos deveriam deixar o Supremo no ano de 2020 e 2021, respectivamente.

A chamada “CPMI das #fakenews” também está em fase embrionária, especialmente após a retirada da COAF das mãos de Sergio Moro. O Congresso está trabalhando para acelerar a criação dela.

Os líderes do Centrão “apelaram” para suas bancadas para que eles assinem o pedido de criação da Comissão, que é de autoria do Dep. Alexandre Leite (DEM-SP). Já são mais de 100 deputados e 15 senadores que assinaram o pedido. Para que a criação seja feita com sucesso, são necessárias assinaturas de 1712 deputados e 27 senadores.

 


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!