Documentos oficiais da Alemanha mostram que o país gastou mais de 23 bilhões de Euros com refugiados

Publicado em 22/05/19.

A Alemanha gastou valores recordes com imigrantes e refugiados no último ano, em torno de 23 bilhões de Euros, em uma tentativa de integrar mais de um milhão de refugiados.

É um aumento de 11% em relação aos 20.8 bilhões de Euros gastos em 2017.

Os dados oficiais são do Ministério das Finanças do país, publicados pela Reuters.

Em 2015, Merkel teria defendido sua decisão de manter as fronteiras da Alemanha abertas para milhares de refugiados, especialmente de países muçulmanos.

O governo também gastou um total de 7.9 bilhões de Euros em 2018 para tentar manter imigrantes fora da União Europeia e melhorar as condições de vida dessas pessoas nos países de origem. Um aumento de 16% comparado ao ano de 2017.

Alice Weidel, parlamentar líder do partido de direita, Alternative for Germany (AfD), criticou o governo de Merkel:

“Isso é uma festa caríssima, custeada pelo próprio cidadão”

Annette Widmann-Mauz, Ministra do Estado da Migração, Refugiados e Integração, afirmou que seus comentários foram “estúpidos” e de “mal gosto”.


Outra(s) Fonte(s) da(s) Informação(ões):

Reuters


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!