#DropsPOLITZ: O Instituto Sou da Paz, notoriamente conhecido por ser contra o direito de armas no Brasil, foi financiado pela ONG de George Soros e Organizações Globo

Publicado em 08/05/19.

Após o novo Decreto do Presidente Jair Bolsonaro, onde facilitou o acesso e o exercício da legítima defesa por alguns cidadãos, a choradeira generalizada nos mesmos setores de sempre já começou.

Mais cedo após a notícia do Decreto que fizemos aqui:

Novo Decreto de Bolsonaro facilita o porte de armas para políticos, advogados, residentes de área rural, agentes de segurança pública e outras categorias

O nosso #AlgoritmoPOLITZ captou mares de choradeira em diversos oceanos da internet.

Acompanhem conosco nesse #DropsPOLITZ de hoje:

A Choradeira de ONGs Esquerdistas Financiadas por George Soros

Entidades como o Fórum Brasileiro de Segurança Pública criticaram o Decreto do Presidente, afirmando que a “medida é claramente uma tentativa de driblar o Estatuto do Desarmamento”.

O tal Fórum afirma que a medida “ignora estudos e evidências que demonstram a ineficiência de se armar civis”.

Ainda bem que ninguém mais acredita nessas bobagens e temos especialistas reais como o Bene Barbosa, autor de um best seller sobre o assunto: Mentiram Para Mim Sobre o Desarmamento.

Já o Instituto Sou da Paz, financiado pelo globalista George Soros através de sua fundação Open Society Foundations, teria afirmado que “facilitar compra de armas só vai piorar o cenário da Segurança Pública”.

Vejam a nota completa:

“Insistir em medidas que facilitem a compra e circulação em vias públicas de armas –e em medidas que sobrecarregam as instituições públicas em prol do benefício de um pequeno grupo– só irá piorar o grave cenário da segurança pública enfrentado pela população brasileira”

Que coisa mais bizarra né, uma ONG brasileira financiada por George Soros, o grande pai e financiador da esquerda mundial.

Nosso pensamento é que se tem ONG esquerdista e globalista financiada por Soros chorando é porque estamos no caminho certo.

Na foto que ilustra a reportagem, temos outros financiadores, inclusive as Organizações Globo e o Uber. Tudo gente que pelo visto, só quer o melhor para o país.

O link da parte institucional da ONG está logo abaixo para vocês acessarem.

Lembrando que em meados de janeiro de 2012, a ONG Viva Rio participou do desarmamento na Venezuela, em convite do próprio ditador Hugo Chávez, amigão da garotada do PT e da esquerda brasileira.

Podemos ver muito bem como a Venezuela está agora.

A FENAJ, a tal Federação Nacional dos Jornalistas, soltou uma nota afirmando que o Decreto de Bolsonaro “foi considerada inadequada por alteração por decreto, sem o devido e necessário debate democrático”.

A choradeira também se dá no ponto que “o governo Bolsonaro promove o armamento da população que, comprovadamente, não contribui para a diminuição da violência. Ao contrário, a posse de armas de fogo pela população é determinante para mortes acidentais e contribui significativamente para o aumento da violência social”.

Falácias, choradeiras e mais falácias.

PT Chora no Senado Federal

Obviamente que a choradeira profissional atingiu os membros do Congresso no Senado.

Na quarta-feira, o Partido dos Trabalhadores, no qual possuí um ex-presidente enjaulado por corrupção,apresentou um decreto legislativo para sustar o decreto do Presidente.

O PT afirma que “a competência para ampliar o porte de armas é do Congresso e não do Poder Executivo”.

Faltou apenas indicar na Constituição Federal onde essa competência está exatamente.

O documento esquerdista diz o seguinte:

“É evidente que não há legitimidade para o Poder Executivo, por meio de decreto, suprimir a vontade do legislador e da população em restringir a posse e o porte de armas, razão pela qual tal abuso de poder deve ser controlado pelo Congresso Nacional com a aprovação do presente Decreto Legislativo”

Não sabia que era preciso de um Congresso Nacional para decidir se eu tenho o direito fundamental de proteger os meus direitos e garantias universais.

O Partido Rede Sustentabilidade Foi Chorar no STF

A alegação que a medida de Bolsonaro deve ser considerada “inconstitucional” pela Suprema Corte.

PSOL e PT também querem entrar na choradeira suprema. O Senador Randolfe Rodrigues, também da Rede (AP), também pretende fazer o mesmo.

Tinha que ser essa esquerda brasileira controladora.

Deixem os meninos atirar em paz, gente amiga da Venezuela.


A Coluna #DropsPOLITZ é criada por Pedro POLITZ, Editor e Fundador do POLITZ quando dá na telha.

Fornecemos os links (logo abaixo) para as fontes de todas as informações aqui postadas.

Assim evitamos também a choradeira de acusações de #fakenews.


Outra(s) Fonte(s) da(s) Informação(ões):

Instituto Sou da Paz

Arquivo Sou da Paz

Viva Rio

G1

Rede Brasil Atual

O Globo

Poder 360


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Não esqueça de visitar o “#FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!