Em 2018, universidades estaduais como USP e UNESP gastaram mais de R$ 2 milhões em diárias na própria cidade

Publicado em 08/05/19.

O POLITZ trabalhando sempre para fortalecer a memória da sociedade brasileira, trouxe uma informação importante que fora publicada em abril de 2018, como consta no link da FPI (acima, logo abaixo da nossa manchete).

Segundo a informação da Gazeta do Povo, em 2017, o valor de diárias gastas pelas cúpulas das faculdades estaduais de São Paulo, como a USP e a UNESP, gastaram R$ 2,1 milhões para o pagamento de diárias para dentro da própria cidade.

Ora, ora. Que coisa mais estranha.

O Ministério Público de Contas do Estado de São Paulo abriu uma representação na época pedindo que o ex-reitor da USP, Marco Antonio Zago, o vice-reitor na época, Antonio Carlos Hernandes e também na época, reitor da UNESP, Sandro Valentini e outros servidores do alto escalão, que devolvam aos cofres públicos os valores que receberam em diárias contínuas por seus serviços prestados às instituições.

Foram R$ 2,1 milhões gastos com 69 funcionários.

Não sabemos como o assunto se desenvolveu depois disso, mas tentaremos levantar mais informações.

Se souberem de alguma informação nova sobre isso, por favor, postem nos comentários para que possamos fazer a reportagem.


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!