Justiça determina quebra de sigilo bancário de Flávio Bolsonaro e Queiroz

Publicado em 14/05/19.

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) determinou a quebra de sigilo bancário do Senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e do ex-policial militar Fabrício Queiroz.

O pedido foi feito pelo Ministério Público Estadual e foi autorizado em 24 de abril de 2019 e teria sido mantido em sigilo até o presente.

A decisão compreende o período de movimentações de janeiro de 2007 até dezembro de 2018.

O sigilo fiscal também foi quebrado, entre 2008 até 2018.

O juiz Flávio Nicolau afirmou:

“Importante para a instrução do procedimento investigatório criminal”

Destaca-se que a ordem atinge 88 ex-funcionários do gabinete de Flávio, seus familiares e empresas relacionadas a eles dois.


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!