JUSTIÇA FEDERAL ABSOLVE O TERRORISTA ADÉLIO BISPO POR SER INIMPUTÁVEL

Publicado em 14/06/19.

Juiz federal Bruno Savino de Juiz de Fora (MG) acaba de absolver o terrorista Adélio Bispo de Oliveira, o terrorista que atentou contra a vida do Presidente Jair Bolsonaro.

A fundamentação é que Adélio foi considerado inimputável, já que judicialmente, foi considerado uma pessoa que não está com suas faculdades mentais em dia, permitindo a absolvição.

Isso é a própria legislação brasileira que possibilita tal situação. O Juiz Federal já tinha decidido há algumas semanas atrás que Adélio era inimputável de acordo com o laudo psiquiátrico que informava que o rapaz tinha problemas mentais.

O Presidente da República e o Ministério Público não recorreram dessa decisão.

A decisão foi baseada nas diversas perícias técnicas que foram realizadas no criminoso.

Por outro lado, a decisão determina que Adélio seja internado em instituição de saúde mental por tempo indeterminado e que seja submetido novamente a uma perícia em três anos. Sua internação deverá ser mantida “enquanto perdurar sua periculosidade”.

O criminoso continuará preso no presídio federal de segurança máxima em Campo Grande (MS), mesmo absolvido.


Você gosta do nosso trabalho? Que tal contribuir conosco? Somos uma mídia independente que não recebe dinheiro de políticos.

Considere nos apoiar com qualquer valor clicando aqui.


Não esqueça de visitar o #FórumPOLITZ, a comunidade que mais cresce no Brasil!