#ATENÇÃO!

Informamos que a rede social Twitter está passando por um estranho fenômeno de expurgo soviético nas últimas horas.

Recebemos diversos relatos com diversas fotos mostrando que os principais perfis da direita no Brasil estão sendo bloqueados temporariamente da rede. O desbloqueio é feito através de uma “confirmação de identidade” feita pelo número de celular. Nos recordamos em nossa história mundial diversas vezes em que determinados grupos “identificavam”, “registravam” e “arquivavam” grupos determinados.

Até o momento, o POLITZ não enfrentou a situação mas já perdeu algo em torno de 200 seguidores, sem nenhuma explicação da rede social.

O Twitter no passado já informou que faria “limpezas” periódicas na rede para manter a “qualidade da comunidade”, contra perfis falsos e bots. Nós também lembramos de certos momentos históricos em que certos grupos apoiavam essas limpezas e as horrendas consequências trazidas para humanidade.

Limpar qualquer ambiente virtual contra bots e perfis fake é bem-vinda, mas isso não justifica o bloqueio temporário de perfis de direita/conservadores e uma necessidade.

O POLITZ pediu para que os seguidores enviassem fotos do acontecimento para o nosso perfil. Selecionamos algumas postagens, mas vocês podem conferir tudo que foi enviado clicando nesse link.

Nessa postagem, um dos fundadores do famoso canal Terça Livre, Allan dos Santos, relata que sua conta pessoal foi bloqueada. O digital influencer Tonho Drinks complementa que diversos conservadores estão também relatando o mesmo problema.

Aqui, o Movimento Brasil Livre fez uma série de postagens informando o mesmo problema que ocorre com diversos perfis conservadores, incluindo a mídia independente Conexão Política.

O MBL também cita a restrição ao perfil da independente Reaçonaria, um dos pioneiros da direita na internet.

Tonho Drinks afirmou que verificou perfis de esquerda e nenhum deles está sofrendo a mesma coisa.

Já o cartunista André Guedes, informou que perdeu mais de mil seguidores.

A mídia independente RENOVA relatou que perdeu em torno de 500 seguidores nos últimos minutos (durante o expurgo soviético).

Por fim, uma postagem do vereador Fernando Holiday, onde ele informa a mesma situação e indo além, lembrando da censura promovida pela ditadura do Vale do Silício na qual noticiamos constantemente por aqui.

Lembrando que o POLITZ já noticiou que todas as grandes empresas da internet expurgaram o jornalista Alex Jones e o seu site Infowars. Também confirmamos que o Facebook, o YouTube, o Spotify e a Apple também removeram todo o conteúdo do Alex Jones de seus domínios.

Censura continua: Apple estará removendo a biblioteca do InfoWars de Alex Jones do iTunes, incluindo seus podcasts

Será que agora a direita mundial acorda?