Grupo feminino de apoio ao candidato Jair Bolsonaro já passa de 700 mil mulheres e foi criado há menos de 3 dias

Definitivamente a esquerda perdeu o controle das narrativas e o monopólio da opinião pública.

Em meio a acusações de internautas de que o grupo “Mulheres Contra Bolsonaro” foi criado artificialmente por usuários que compraram um antigo grupo e  foi amplamente divulgado pelas mídias mainstream, notavelmente esquerdistas, o “Mulheres COM Bolsonaro” já tem um crescimento absurdo.

Em menos de 3 dias da existência do grupo, já passam de 700 mil mulheres que apoiam o candidato Jair Bolsonaro. Não é de se espantar, afinal, ele é o candidato preferido das mulheres, dos negros e de outras minorias segundo recentes pesquisas eleitorais.

Pelo grupo do Facebook ser fechado (só entram mulheres convidadas), não conseguimos compartilhar o link.

O que espanta é que ninguém está falando disso, só o POLITZ, mas é melhor já ir noticiando.

Uma participadora do grupo que conversou com o POLITZ (e nos avisou desse fenômeno) acredita que no final do dia o grupo passará de um milhão de inscritas.