Fernando Haddad atingiu 16%, três pontos a mais do que na semana passada. Ele também está tecnicamente empagado com Ciro Gomes, que está estagnado com 13%.

Menções espontâneas a Bolsonaro cresceram nos últimos dias, crescendo no Sudeste, Norte e Sul, atingindo 37% nessas regiões e ganhou pontos entre jovens e até em mulheres.

O PTista cresceu no Sudeste e Nordeste, onde atinge 26%, sua melhor pontuação. Única região que está a frente de Bolsonaro.

Geraldo Alckmin está estagnado com 9%, sua campanha continua derretendo.

Marina Silva está tecnicamente empatada com Alckmin, que tem 7% das preferência, menos da metade do que tinha no início da campanha.

As simulações do instituto mostram que Ciro é o único que venceria todos os rivais.

Ele bateria Bolsonaro com 45% das intenções, 6 pontos de vantagem.