Delator aponta Caixa 2 para irmão do presidenciável Ciro Gomes no Ceará

A delação premiada da Galvão Engenharia citou pagamentos de R$ 1,1 milhões para Lúcio Gomes, o irmão de Ciro Gomes, além de doações eleitorais.

A delação foi homologada pelo Supremo Tribunal Federal e informa que o irmão de Ciro, o Lúcio Gomes, captou pelo menos R$ 1,1 milhão em dinheiro vivo e mais R$ 5,5 milhões em doações eleitorais para o PSB.

O dinheiro era para liberar pagamentos de obras no governo do Ceará durante a gestão de Cid Gomes (2007-2014), o outro irmão do presidenciável.

Aparentemente há uma máfia comandando o Ceará e ninguém sabia.